segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

volver


a música, o ambiente, as mulheres, a estória tudo transborda almodóar. adoro. raimunda prende-me ao ecrãn hoje como fez na estreia do filme lá no ano de 2006. e assim inicio um ciclo de almodóvar cá em casa, com uma colecção que fiz da visão há uns anos. não vi todos, mas vou ver e depois conto como foi. este foi o primeiro e já tinha visto, mais uma vez adorei.

sinopse:
raimunda (penélope cruz) é uma jovem mãe, trabalhadora e atraente, que tem um marido desempregado e uma filha adolescente. como a família enfrenta problemas financeiros, raimunda acumula vários empregos. sole (lola dueñas), sua irmã mais velha, possui um salão de beleza ilegal e vive sozinha desde que o marido a abandonou para fugir com uma de suas clientes. um dia sole liga para raimunda para lhe contar que paula (yohana cobo), tia delas, havia falecido. raimunda adorava a tia, mas não pode comparecer ao enterro pois pouco antes do telefonema da irmã encontrou o marido morto na cozinha, com uma faca enterrada no peito. a filha de raimunda confessa que matou o pai, que estava bêbado e queria abusar dela sexualmente. a partir de então raimunda busca meios de salvar a filha, enquanto que sole viaja sozinha até uma aldeia para o funeral da tia.

2 comentários:

  1. bem vinda à confusão triss :)
    foi com este filme que entrei na almodovarland :) ahah
    ***

    ResponderEliminar